A arte da comédia tem mais poder, que qualquer discurso politicamente correcto.
29 de Dezembro de 2008

Que pena que já passou o Natal. É que acabei de descobrir algo que gostaria imenso que me tivessem dado no Natal. Aliás, duas coisas. Vou deixar a melhor para o fim. 

O primeiro presente que me podiam ter dado e que me dava tanto, mas tanto, mas tanto jeito... era:

Um fingidor de animal estimação com trela!!!

 

"A leash for walking an imaginary pet. It has a preformed shape and supports a simulated pet harness 42 and collar 54. A micro loudspeaker in the collar is connected to an integrated circuit in the handle, to produce a variety of barks, growls etc."

 

Ou seja, uma trela com uma serie de fios que ligam a um complexo de colares que simulam a barriga e o pescoço do cão. Mas melhor é o facto de haver um microfone que ligado á trela nos permite fazer ruídos, ladrar e rosnar que quisermos.

Que interessante. Que falta que faz. Era ver os senhores a passearem cães imaginários e os senhores de branco do Júlio de Matos a aparecer.

 

 

Por fim:

 

Um preservativo sonoro (assim lhe chamo)

 

"A condom which incorporates a miniature force-sensitive sound-playing unit. This contains a chip-controlled piezoelectric sound transducer which plays a melody or voiced message during intercourse."

 

Um preservativo que é algo que me faz sempre falta, só que não é um preservativo qualquer. Este preservativo tem um compartimento com um chip, mas não é um chip qualquer. Para alem de meterem um chip num local que fica molhado por natureza (havendo o problema de electrocussão), esse chip transmite sons durante o acto. 

O que vendo bem nem sequer é mau. Imagino-me a chegar a uma farmácia qualquer:

"eu: Boa tarde queria um preservativo sonoro

Farmacêutico: Com certeza, e vai querer com som de brasileira, espanhola, inglesa, inglesa malandra ou a nova chinesa excitada?"

E depois era eu no toma toma dá-me dá-me, e uma voz de computador, "oh si", "si cariño".

 

 

Sinceramente, como diria um senhor chamado "Chato", "Escuta. Há uma data de gente a morrer á fome e com Sida e tu o que é que fazes? És cientista do quê tu? Fazes preservativos com som? Ai! eu sou o máximo..." 

publicado por Fábio Carvalho às 19:25
sinto-me: Intelectual
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
15
17
19
21
24
25
26
28
30
Rádio
HUMOR DOMINÓ

 

Estreias: Quartas - Feiras 21:30

 

Repetições: Segundas - 09:30

 

Terças - 11:30

 

Quintas - 15:30

 

Sextas - 18:30
Televisão
Canal Q O Cómico que se segue - Domingos, 22:55
Posts mais comentados
últ. comentários
Nunca tinha visto dessa perspectiva hahahaha talve...
"Eva?EEEEEVVVAAAAAA" "Wall-E!!!!" xD
Lool(O Songoku era nazi, cabelo loiro e olhos azui...
faz podcast como tinha dito ;)
... até parece com esse teu comentário que ela não...
humm... isso é um coelho sem bracinhos!!! e o outr...
Adorei a parte da voz telejornalistica :-P
E nós ainda temos o melhor cotovelo do mundo do no...
A Hannah Montana vem ao Rock In Rio??? Tás a gozar...
subscrever feeds
On-line Agora
mais sobre mim
Espectáculos
9 Julho - Jardim de inverno Teatro São Luiz - Caça ao Cómico - 23:30

 

29 de Maio - Bombeiros S. Pedro de Sintra (22 Horas)

 

Contacto: fmacarv@gmail.com
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO